Números para pensar…

Numa época em que tanto se fala de conteúdos online, e é precisamente segundo a minha opinião onde peca a internet nesta altura, a geração dos downloads está ao rubro. Com os recentes desenvolvimentos das associações fonográficas e outras entidades que se empenharam em combater o “roubo” de músicas, filmes e demais conteúdos online, acho sinceramente que neste momento está em causa uma boa franja dos actuais “heavy consumers” da internet. Muitos se calhar ainda não se aperceberam disso, mas as campanhas de sensibilização estão a surtir efeito. No limite diria que vamos tender para o caso do utilizador esporádico, e do utilizador corporativo. Posso me enganar, mas também o Bill já o fez 🙂

Deixo um artigo lançado no Tek ontem:

Downloads motivam visita de 80% dos internautas portugueses a sites

No ano passado, 83,7 por cento dos internautas portugueses visitaram sites que permitiam download de aplicações ou ficheiros, num total de 1,365 milhões, segundo dados da Marktest relativos ao Netpanel 2005. Ao todo foram visitadas perto de 130 milhões de páginas, o que resultou numa média de 95 páginas por utilizador.

O mês mais relevante em termos de utilizadores únicos foi Setembro, com 838 mil, sendo este mês aquele onde também se verificou o maior número de páginas visitadas, 15 milhões.

O tempo total de navegação despendido pelos internautas portugueses em sites que permitiam downloads ultrapassou os 1,6 milhões de horas, 1h11m por utilizador, numa média de 45 segundos por página, diz a Marktest.

Em utilizadores únicos, o top de domínios foi liderado pelo site MSN, com 895 mil, seguido do Microsoft, com 840 mil e do Sapo, com 469 mil. Em páginas visitadas, os dois primeiros protagonistas mantêm-se, com o MSN a registar 29,8 milhões e o Microsoft 19,2 milhões. Em terceiro, surge o site Btuga, com 12,5 milhões de páginas acedidas.

O Btuga liderou em tempo despendido, com 478 mil horas, seguido do msn.com, com 248 mil horas e do microsoft.com, com 108 mil horas.

2006-04-15 12:36:00
Casa dos Bits

One thought on “Números para pensar…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *