Second Life

Hoje após ler um post no blog no Engrenagem e já após tanto ouvir falar no tema, decidi espreitar o SecondLife.

Tanto se fala dele, e até já ouvi dizer que amigos abriram uma loja do benfica lá.

Enfim, o conceito, não sei se o hei-de apelidar de inovador: um mundo virtual, onde cada um pode ser o que é, ou o que quiser ser. Os problemas? Bem esses, são os do mundo actual, ou piores ainda. Cada um pode fingir uma coisa que não é, ou ser aquilo que não pode ser no real. Deixo os critérios e mais ilacções ao vosso critério.

O que me leva a escrever é o facto dó código da aplicação ter sido tornado open source. Well, o código do servidor também o vai ser segundo dizer (ou já o é). Há por aí quem especule já que o Google devia montar servidores, e em vez de cobrar pelas terras que cada um compra neste “mundo”, deveria cedê-las a troco de permissão de publicidade.

second-life_1.jpg

Estive de facto a experimentar, e pareceu-me ser algo bastante ao estilo do Sims. Infelizmente jogos, ou destes simuladores, sociais ou não, não fazem o meu género.

Já tive a minha dose de chats nos anos 90, e nem muita paciência tenho para as ditas redes sociais da web, sejam Orkut, ou Hi5.

Fica a experiência, e a criação da minha personagem neste mundo virtual. Talvez um dia lá volte para ver como param as coisas. :)

One thought on “Second Life

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *