Ubuntu vs Fedora – My Review

Ubuntu looses…..

apesar de ser a distro do momento e de ser bastante amigável para os novatos na coisa, e trazer o linux de forma simples ao desktop, por muito que queira isto não vai comigo.

Pois bem, dantes era porque não suportava a minha placa de rede wireless com WPA, resolvido esse problema, agora que uso placa de rede ethernet não consigo uma resolução decente para o computador.

O meu fujitsu de 22” têm uma resolução nativa de 1680*1050 e de forma alguma isto passada das 1024*768.

Encontrei por aí algumas outras pessoas com problemas semelhantes, mas dado que de momento já não existe o tempo que dantes havia para estas coisas desisti.

Aparentemente o problema é em parte devido a drivers da Nvidia, e alguns utilizadores também têm problemas. Algém por aí indicava que seria devido ao X não detectar a placa correctamente e por isso apenas considerar os defaults. Verdade é que ainda tentei fuçar no conf mas sem sucesso, dai que não esteja interessado em perder mais tempo com o assunto.

De igual forma o bootloader (grub) do ubuntu é horrivel gráficamente.

É estéticamente feio – nem o lilo em versões anteriores do redhat me traz tão má impressão. Parece haver por aí umas possibilidades de colocar a coisa mais bonitinhas mas, deveria já vir de origem assim.

Ainda nesta área a falta de um bootloader config gráfico é outra dificuldade. Claro que podemos sempre editar o grub.conf de acordo com as nossas necessidades contudo isso para o user menos experiente não me parece viável. Curiosamente não consegui descobrir das duas vezes que o instalei (1 x na versão 64bit, e outra na x86) como tornar o windows o OS por default.

É obrigatório escolher sempre na listinha o windows para bootar. Existe por aí pela web um projecto de um Português – Tomé Verdasca – relativo a uma aplicação neste sentido. Julgo ter surgido no âmbito do Google Summer of Code e pelo que li (mas não testei) cobre(irá) esta questão.

De qualquer das formas, mesmo que seja por lazyness da minha parte, vou voltar ao meu adorado fedora. é confortante saber que temos algo que funciona e fazemos o queremos com ele. O tempo é precioso, e a sua gestão muito importante. Infelizmente o tempo para as adoradas experimentações já lá vai, por isso têm de ser bem gerido de forma a ser bêm maximizado.

O Fedora 8 test 2 já cá está. Sacado em bittorrent esta noite e num CD, vai ser este que vai substituir o Ubuntu Fesity deste pc.

screenshot.png

 

 

 screenshot-7.png

 

 

 

 

 

 

 

 

One thought on “Ubuntu vs Fedora – My Review

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *