Tarifa Bi Horária

Faz amanhã uma semana que aderi á tarifa bi-horária da EDP.

edp1

Após intensa discussão relativamente a poupanças com a energia, especialmente nesta altura do ano em que o frio é maior, e os recursos ao aquecimento também, fiz algumas contas, e mudei.

Implicou a deslocação de um técnico a casa, que me alterou o contador, para um bem mais “stylish”, e pequeno. Á esquerda o contador no formato antigo do meu vizinho, á direita o nosso novo contador.

contador

A EDP dispõe de dois ciclos de consumo:

ciclosemanal

No caso escolhi o semanal, dado que este ao Sábado e Domingo dispõe de mais horas vazias para consumo do que o seu “irmão”. Dado que este é o horário que mais utilizamos cá em casa.

horario_edp_ciclo_semanal

Contas feitas, quase uma semana depois depois tenho 32 Kw gastos em horas cheias, e 32 Kw gastos em horas vazias. Não tivémos grandes mudanças de hábitos exceptuando que tentamos colocar as máquinas de lavar roupa e loiça a funcionar nestes horários de forma a aproveitar a energia mais barata.

Assim, os custos da semana foram de 6.07 €, se fosse com tarifa simples custaria 8.14 €.

Uma poupança de 1.76 € quase quase paga a diferença de “Taxa de Contratação”, vulgo contador, que custa no caso da potência que tenho contratada (3.45 KVA ) 7.76 €, face aos 5.65 € da tarifa simples + IVA. Ou seja uma diferença de 2.2155 € já com IVA.

Links:

EDP – Tarifas

O Bi-Horário compensa?  @ aminhaalegrecasinha.com – Post elucidativo acerca do tema.

Formas de Evolução do Spam

Recentemente no PG falámos acerca do Spam, e das formas pouco divertidas que o mesmo está a assumir.

Parece que é moda agora os emails de Spam comercial virem com imensas teorias relativamente á lei, e bla bla blá ….

Agora parece que temos advogados no rodapé dos emails, explicando delicadamente que legalmente as coisas não são SPAM…. meu deus.

Aberrações como estas abaixo são já bastante habituais hoje em dia:

Esta mensagem é enviada sob a nova legislação sobre correio Electrónico, Secção 301, Parágrafo a) (2) (c) Decreto S 1618, Título Terceiro
aprovado pelo 105º Congresso Base das Normativas Internacionais sobre o SPAM. “Um e-mail não poderá ser considerado SPAM quando inclui uma
forma de ser removido”. Para remover o seu e-mail envie-nos uma mensagem com o assunto “Remover”. (Directiva 2000/31/CE do Parlamento Europeu; Relatório A5-0270/2001 do Parlamento Europeu”

ou como esta:

spam_por_email

Agora original, original é o SPAM vir por chat, ou MSN se preferirem, e trazer a mesma lenga lenga do acima.

Pretty clever huh?

spamoriginal

Relativamente aos aspectos legais destas coisas, sugiro a visia ao site Spam and The Law o qual tomei conhecimento através do Ruben Badaró.

Receitas: Twitter + Pidgin

Graças ao Alexsandro Félix descobri um plugin para o Pidgin de forma a poder usar o Twitter.

Andava aqui a ler coisas acerca de ligar o Pidgin via Xmpp afinal nem foi necessário. Foi mais fácil assim :=)

Obrigado ainda ao Bruno Miguel que me sugeriu o uso do TarPipe, mas contudo não queria usar gateways para este fim.

Ainda estive quase a experimentar o Tweet.Im da Process One mas não foi.

Assim com o microblog-purple consegui o que queria: 

pidgin

+

twitter

ViaCTT, um serviço CTT

viactt

Julgo ser cliente do ViaCTT desde 2006, altura em que penso que apareceu. Inicialmente pensei que seria algo em que deixariamos de ter cartas na caixa de correio, contudo mais tarde percebi que só apenas algumas deixariam de vir: as contas !

Apesar de tudo pareceu-me algo bastante interessante: receber as facturas por via electrónica ainda melhor… menos papel na caixa de correio.

Além de tudo ainda permite integrar pagamentos, contudo dado que tenho tudo por débito em conta não utilizo.

Com um site simples, demasiado simples segundo os meus critérios e outras opiniões que se encontram por aí online, é um serviço simples, acessivel, e acima de tudo gratuito. Destinado a tirar algumas cartitas de papel das caixas de correio, a ideia até é relativamente boa, contudo os custos segundo encontrei online parecem-me algo elevados, dado não contemplarem a infra- estrutura: 1 milhão de euros. 

Via CTT Website Jan 2009

Via CTT Website Jan 2009

As entidades eram poucas de inicio, e sempre foi dito que iriam cada vez ser mais. Hoje necessitei de uma factura da EDP, e dado que a empresa já oferece ela própria o envio da factura por email pensei: mas porque raio tenho eu isto na ViaCTT ?

E realmente pensei, e decidi acabar com o serviço… ou pelo menos deixar de lá receber isto, sendo que é bem mais prático vir por email.

Vejamos, tenho três entidades subscritas:

  • a ViaCTT – envia-me folhetos e outras coisas que não leio…
  • a Vodafone – nunca recebi nadas destes dado que o meu Vodafone é de carregamentos muito raros e nada por aqui vêm.
  • a EDP – recebo as suas facturas bi-mensais.

Ou seja as únicas entidades que uso são estas, e apenas me aparecem mais as seguintes para aderir:

viactt_entidades_para_aderir

Curioso, penso eu….  De tantas que estão em presentes na página das entidades apoiantes apenas as acima posso activar ! Especialmente, porque algumas das que poderia activar já fornecem serviços de factura por email, sendo já usados por mim.

Bem ,RIP Via CTT.

Presumo que sejas útil a alguns, mas não para mim.

Telefone / Telemóvel / Bancos / EDP e mais umas quantas já são enviadas pelos fornecedores. Não faz sentido existir uma terceira plataforma de armazenamento pelo meio.

De qualquer das formas foi uma excelente iniciativa dos CTT, um modelo B2C interessante.

PHP future versions

Confesso que ando meio desligado do PHP…. nos últimos meses, quase um ano, abandonei as funções na empresa nas quais fazia imensas aplicações web em PHP – intranets, gestão de stocks de produtos, agendas… enfim.   php-med-trans

Acho que todos aqueles que usam/já usaram PHP sabem o quanto flexivel é a linguagem, cómoda, e acima de tudo não estar agarrada a licenças Microsoft é verdadeiramente fascinante. Cheguei ao ponto de fazer batch files para invocarem php para fazer autênticas tarefas…. isto até em command line scripting é delicioso.

Um dos grandes objectivos de inicio de 2008 era ter feito a migração do nosso servidor para suportar o PHP5, mas depois…. nem foi feito, nem motivação houve mais para isso, e depois, dado que os grandes projectos que tinha em mãos acabaram por transitar para outra equipa nunca mais pensei nisso, nem foi uma “milestone” para mim.

Com tudo isto, esta migração, também a nível pessoal em evoluir para a versão 5, era já um facto dado desde Agosto de 2007 altura em que tomei conhecimento …  Até inclusivamente cheguei a comprar um livrito de PHP 5 para ler nas horas vagas. A ideia era em vez de ler na Web, ver o que me diria um conceituado Português na área num livro de Papel *geez nos últimos anos ando a perder a paciência para ler ebooks*.

Hoje, curiosamente alguns anos depois, necessitei de uma coisa bem antiga, e fui buscar.

Dado que o meu “servidor” de testes em casa é um Windows 2008, com IIS (PHP é para apache, assim como ASP é para IIS, e desengane-se quem disser o contrário), instalei um XAMPP para testar isto….  Fantástico:

“Warning: Unknown: Your script possibly relies on a session side-effect which existed until PHP 4.2.3. Please be advised that the session extension does not consider global variables as a source of data, unless register_globals is enabled. You can disable this functionality and this warning by setting session.bug_compat_42 or session.bug_compat_warn to off, respectively. in Unknownon line 0″

Nostalgia fantástica em olharmos para o que fizémos no passado