A semana e a Manuela Moura Guedes…

A semana não correu bem á Manuela Moura Guedes, ou então poderá correr muito bem com uma eventual saída da TVI recheada… mas pronto isso são possibilidades.

No meio de tanta trapalhada, de uma eventual peça que foi indicada como um novo ataque ao nosso PM em período pré-eleitoral, e de um formato considerado por muitos “inadequado”, parece que veio a administração da MediaCapital (ou da Prisa…) dizer que tinha que ser homogéneo o Jornal da Noite e tal… e assim acabava o Jornal da Sexta.

ca967162-b341-4feb-88dd-fecb0766bf67_738D42D9-134C-4FBE-A85A-DA00E83FDC20_8E158B43-F047-4F4B-B48D-014B11B5AEB5_img_detalhe_noticia_pt_1
De qualquer das formas não sou dos que agora diz “Não vás”, quando antes todos diziam “Vai-te” e  “de vez” na saga Marinho Pinto .

Pelo  que se diz por aí a Manuela Moura Guedes vai-se manter pela TVI, tendo-se apenas demitido do cargo que ocupava. Ou isso, ou cheira-me que lhe vão ter que pagar bem para se ir embora.

Apesar de tudo isto, e de todas as leituras politicas ou imposições que circulam em jornais/tvs/blogosfera achei curiosa esta teoria do António Dias que não resisto a transcrever, dado que a sua recursividade me “captou”:

Teoria da conspiração recursiva
Publicado em 4 de Setembro de 2009 às 18:17 por António
( tópicos focados: humor, política, sociedade )
1.É óbvio que foi por influência do PS que foi cancelado o Jornal de Sexta.
2.Pensando bem, eles não seriam estúpidos a esse ponto, já que sabiam perfeitamente que iriam ser os principais suspeitos. Assim, é óbvio que foram influências do PSD que levaram ao fim desse noticiário, para causar problemas ao PS.
3.Por outro lado, no PS sabia-se perfeitamente que ninguém admitiria como possível tamanha estupidez da sua parte, tendo por isso influenciado a direcção da Prisa para terminar o programa.
4.É claro que no PSD também se poderia imaginar o cenário anterior, tendo por essa razão tomado a iniciativa de influenciar a direcção da empresa para pôr fim ao Jornal de Sexta.
5.…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *