Peixes & Cia.

Nas últimas semanas, com a nossa mudança, vieram também mais dois peixinhos para o nosso aquário.

Um era uma espécie que já á algum tempo andava a namorar, um limpa-fundos, contudo como o aquário é de água fria, e este é um peixe de água quente foi preciso algum cuidado. Lá me informei, e segundo me indicaram ele deverá suportar uma temperatura de 22ºC no Inverno, sendo que para isso vou ter de ligar o aquecedor do aquário. Já no Verão não é problema sendo que o aquário habitualmente está pelos 25-30ºC, chato é para os de água fria.

Veio também uma planta natural, dado que tinha substrato no aquário desde que o montei fez em final de Julho um ano, tudo comprado no Koi park um novo sítio gigantesco que descobrimos aqui junto ao Almada Fórum.

Assim decidi experimentar, e pôr em prática a minha ideia inicial de ter plantas naturais no aquário, já que o investimento já está feito á um ano (ui… que retorno).

Infelizmente parece que os peixes não gostaram muito da planta, e se inicialmente a enterrei com o cestinho que trazia no areão, rápidamente a arrancaram. Decidi então colocá-la sem o cestinho, apenas com o material que envolvia as raízes, e novamente voltou a ser arrancada, e roída.

Enfim… não teve grande sorte, e agora poucas folhas têm, e o material que envolvia as raízes soltou-se e sujou o aquário todo.

Não sei se por isso ou não, esta semana passada foi triste cá no aquário: o peixe preto acabou por morrer de 13 para 14 – estava meio “murchito” desde dia 12 …..

Começou por andar muito pelo fundo, e assentar, até não se mexer. Acabou por morrer num recipiente onde o tinha colocado para ver se com alguma água parcialmente renovada recuperava mas não. Reparei ainda que o capuchinho começou a ter um comportamento semelhante também nesse mesmo dia, o que me levou a uma mudança de emergência parcial da água (+-10 l). Os niveis de Nitritos estavam algo altos, segundo os testes, mas segundo o livrinho não eram perigosos.

De resto tudo bem – PH, Amónia, Nitratos…. pelo menos foram esses o resultado da bateria de testes. Apenas o PH de 6.5 me pareceu algo baixo, mas deve ser da água desta zona.

Com a mudança o Capuchinho lá recuperou, e ainda aspirei o areão para remover os restos da substãncia que vinha nas raízes da planta. Tudo ok, menos o telescópio que morreu 🙁

Foram quase três anos e meio conosco, não sei qual é a esperança média de vida, mas também desconhecia a idade dos mesmos quando os comprei. Era um peixe muito bonito, com um preto vivo.

Temos agora o Amarelo, o Capuchinho, e os novos: o Afonso (não sei a espécie) e o Mono (o limpa-fundos), nomes escolhidos pelos meus sobrinhos 🙂 , oportunamente colocarei fotos destes novos online na rubrica dos “peixinhos”.

Enfim…. de tudo isto pode-se dizer que é o ciclo do azoto em funcionamento… tudo se transforma aqui, e se cuidamos mal das coisas, dá mal resultado.

Talvez tenha andado a dar demasiada comida, e com a falta de tempo descurei as TPA’s o que pode não ter ajudado, aliado a com as mudanças e revoluções, todas as mexidas no arão não devem mesmo ter ajudado.

Senza-titolo-3

Google Wave

Hoje foi o dia…. recebi o convite para o Google Wave enviado pelo Carlos Martins.

O Google Wave é o “hype” do momento, e após testar parece-me uma mistura de Gmail + IRC, sendo que é apelidado de ferramenta colaborativa.

Óbviamente que é muito mais que isto, mas de momento parece ainda algo limitado, e especialmente lento. Melhores dias virão, mas é bem melhor que um messenger para grupos,e de que o email.

Mais uma ferramenta engraçada do Google, na sua conquista do mundo 🙂

googlewave

Aviso á navegação: se por acaso alguém se lembrar : “epá o gajo meteu aqui a imagem com o link”, aviso que o referido só é válido para uma utilização, e este já foi usado por mim, por isso não percam tempo ! 🙂

Se me quiserem lançar uma wave já sabem: google_wave_smallefdurao@googlewave.com

Mentalidades

Hoje recebi um email engraçado: não só pelo engenho demonstrado da coisa, que revela de facto obra de engenharia, contudo mais pelo facto de me ter deixado a pensar.

E se em vez de mentalidade tacanha de pensarmos em “que querem comer” e “só nos roubam”  se apenas se limitassem a cumprir o código da estrada e não andar a mais de 120? Certamente ninguém era multado….

Bem pelo menos o radar está bem pensado…. se calhar até nem é em Portugal e alguém se lembrou de epalhar isto pelos emails. De qualquer das formas, se todos cumprirem ninguém é multado. A AE não é nenhuma pista de corridas.

ATENÇÃO AOS GARD-RAILS……….

Olhem só os novos radares – IMPORTANTE!!!!! Vejam com atenção os novos radares para as auto-estradas.
Estão bem disfarçados nos ‘rails’… ninguém os vai ver!
Agora é que vai ser uma fartura… a caçar multas!
Tenham muito cuidado. Vai passar a ser mesmo a doer…

mail.google.com

mail.google.com2

Cartão do Cidadão e funcionalidades

Pois, parece que é desta: Fiz na passada semana o meu pedido de cartão de cidadão, devido a todas as mudanças de morada.

Dado tal aproveitámos e a malta lá no trabalho mandou vir um lote de leitores de smartcards do DealExtreme – http://www.dealextreme.com/details.dx/sku.25899 – muito mais baratos que os leitores em Portugal.

Vamos lá ver como vai correr isto, e concretamente se isto me permite identificar em sitios de forma segura. Pelo menos o Sapo e mais um ou dois já têm interface web para usar o CC. Bom bom era mesmo poder todas as minhas passwords dentro do cartão: já ouvi falar que têm um bloco de notas, mas precisava mesmo era que estivesse encriptado. Pode ser que dê um bom token para fazer AUTH em sistemas.

sku_25899_2_small

Que funcionalidades electrónicas tem o Cartão de Cidadão?

Actualmente, o Cartão de Cidadão possui as seguintes funcionalidades:

  • Autenticação Internet – O Cartão possibilita a autenticação em sites na Internet, utilizando para isso o certificado digital de autenticação presente no chip do cartão;
  • Assinatura electrónica qualificada – O cartão possibilita, por exemplo, a assinatura electrónica qualificada de documentos e e-mail;
  • Armazenamento de notas pessoais do cidadão – O cartão dispõe de um espaço no chip que permite o armazenamento livre de informação (texto) – espaço disponível limitado. Pode, por exemplo, servir para o cidadão armazenar contactos de emergência, etc.;
  • Verificação de impressão digital – Trata-se de um funcionalidade que permite a verificação presencial do titular do documento. O Cartão de Cidadão possui uma aplicação que compara a leitura recolhida no momento de uma impressão digital do cidadão com os dados da impressão digital existentes no cartão. Ao realizar a operação de comparação no chip, garante-se a total confidencialidade das impressões digitais do cidadão, que em instante algum são transmitidas para fora do chip. Este serviço está disponível, em primeira instância, aos serviços de identificação da Administração Pública.

Posteriormente será introduzida mais uma funcionalidade:

  • Autenticação Telefone – O cartão possibilita a geração de uma palavra-chave única gerada no momento para ser utilizada nas interacções telefónicas que requeiram autenticação segura.