Memórias – O Totobola

Acabei agora de ver no Jornal da Noite que o Totobola fez ontem 50 anos. Desconhecido de muitos hoje em dia, ainda me lembro de quando puto jogava no “1X2”.

Graças ás tecnologias de hoje fácilmente se encontra no Youtube este Genérico intemporal:

Iniciou-se em 24 de Setembro de 1961, e a partir dessa altura todos os treinadores de bancada passaram a poder dar os seus palpites, e tentar acertar no treze resultados.
mediatotobola-634c

Segundo o Expresso Online, “A partir de 1985, o Totoloto surgiu com prémios maiores e o Totobola começou a perder influência e popularidade, uma tendência que se acentuou para ambos os jogos quando se começou a jogar o Euromilhões em 2004.

Os números dos últimos concursos espelham bem esta hierarquia: em Portugal foram entregues mais de 1,6 milhões de boletins do Euromilhões, 566 mil do Totoloto e 45 mil do Totobola.

Em 2003, a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, titular dos jogos sociais, ponderou acabar com o Totobola, constatando que as gerações mais jovens não tinham interesse em jogar.
Ao longo dos anos, o jogo foi mantendo a fórmula de tentar adivinhar se ganha a equipa da casa ou o visitante (“1” ou “2”) ou se a partida termina em empate (“X”). No entanto, acrescentaram-se as opções do Joker (que premeia um número de bilhete) e o “Super 14”, em que se procura adivinhar o resultado de um jogo do boletim.
totomedia-c31f

Para saber um pouco mais sobre a história deste tão antigo jogo sugiro a consulta deste excelente artigo no Expresso: http://aeiou.expresso.pt/totobola-ha-50-anos-a-tentar-acertar-no-treze=f675846#ixzz1YztlwZEW

Insight is gone in Ubuntu Natty

Insight is a graphical user interface to GDB, the GNU Debugger written in Tcl/Tk by people working at Red Hat, Inc. and Cygnus Solutions.
source-and-asm-mixed

So because i need it for a class, i tried to to install under my Ubuntu Natty 11.04, but… there is no insight for it!

Reading package lists… Done
Building dependency tree       
Reading state information… Done
Package insight is not available, but is referred to by another package.
This may mean that the package is missing, has been obsoleted, or
is only available from another source
However the following packages replace it:
  gdb-doc

E: Package ‘insight’ has no installation candidate

So… after searching a bit, because i do want to take full advantage to use this is my netbook, as a powerful machine, it’s not advisable to run a Virtual Machine on it over another OS.

Seems that this has been removed from Ubuntu since the Lucid Lynx release according this author of a book, in which he gives examples to use insight, and because of this, no one can use it.

So the answer after Googling a bit the real solution seems to be compile it, and install it.

So, just this:

1. wget ftp://sourceware.org/pub/insight/releases/insight-6.8-1a.tar.bz2
2. sudo apt-get install libx11-dev
3. sudo apt-get install libncurses5-dev
4. tar -xjvf insight-6.8-1a.tar.bz2
5. cd insight-6.8-1/
6. ./configure –disable-werror
7. make
8. sudo make install

After this you could try it… i did a simple “hello world” with a for, just for testing.

Open a new file, and name it hello.c

#include<stdio.h>

int main()
{
printf(“Hello World! Let’s loop:”);
int i;
for (i = 1;i<4;i++) {
printf(“%d…”,i);
}
return 0;
}

Next, compile:

gcc -Wall -g -c hello.c

Linking:

gcc -o hello hello.o

And debug it:

insight hello

Result:

hello

12 Setembro… e passou um mês

Faz hoje um mês em que tomámos uma das decisões mais dificeis aqui em casa.

A nossa gatinha Sacha, após quase um ano de luta deixou-nos. Após um grande ataque no dia 28 Julho, em que tivémos de ir com ela para as urgências, e vários tratamentos, no dia 12 de Agosto foi colocada a dormir e deixou-nos, dando-lhe assim o descanso merecido para o seu sofrimento que a assolava nos últimos dias.
2011-08-08 10.05.28

Foi no ano passado no final de Outubro em que na sequência de tosse cada vez mais frequente fomos ao Veterinário com ela. Os primeiros raio-x não eram animadores, e após conversa decidimos-nos pela operação de forma a tentar fazer o que fosse possível por ela. E lá foi ela para a cirurgia, onde lhe foi removido meio pulmão que estava destruído.
2010-10-23 15.48.56

A cirurgia correu bem, e a Sacha recuperou rápidamente mostrando rápidamente uma boa forma.

2010-10-26 10.31.27

O resultado da biópsia veio mais tarde, e revelava que não era um tumor conforme tudo apontava, mas sim asma brônquica. No meio de tanto que aconteceu, ficámos bastante contentes com o resultado.

2010-11-01 15.23.24

E a sacha recuperou, mesmo tomando diáriamente comprimidos de manhã e pela noite, esta pequena e a alegria que nos trazia valia tudo isso e muito mais.

Com o tempo ela acabou por perceber as rotinas, e fugia para baixo da cama quando lhe tentávamos dar os comprimidos. Era sempre altura de festa correr pela casa atrás dela para ela tomar os medicamentos 🙂

2010-11-08 20.20.15

E tudo isto assim continuou, até que na sequência do ataque a 28 de Julho, a Sacha passou a ter outros sucessivos ataques, que se julgaram do foro do sistema nervoso. Deixou de andar, recuperou alguns dias depois, comeu, depois mais uns dias teve mais um ataque, e por fim qualquer tentativa de lhe dar medicamentos desencadeava ataques, até que no dia 12 de Agosto, após ter ido com ela á Clinica para levar os medicamentos e observação deixei-a em casa, e quando voltei tinha tido um ataque maior… o cenário não podia ser mais desanimador. Sem aparente reacção, e ainda a respirar acabámos por a levar novamente ao veterinário, e dado a sua aparente morte cerebral, decidimos terminar o sofrimento da mesma.

2011-01-18 15.01.41

A sua irmã Snow sente a falta dela, e nós também. Sentimos falta da nossa gatinha que quando chegávamos vinha ter conosco á porta, e vinha para o nosso colo, e se enrolava em nós, uma companhia e alegria em casa …..

29948_1212710136795_1800046711_409674_2215330_n

E assim ela deixou-nos, faz hoje um mês. Um triste mês passou.

Um agradecimento especial a todos ao longo deste tempo que se preocuparam com ela, e em especial a toda a equipa do Instituto Veterinário D. Sancho I , e em especial ao Dr. Pedro Lopes, pela sua incansável energia, preocupação e acompanhamento ao longo deste quase um ano em que tanto o cháteamos com a nossa pequena.

Ubuntu PXE install via Windows

This is a Guide wich i’ve found at Reto’s Weblog. Is a good guide to use in order to boot and install Ubuntu throught PXE network boot.

I’d used it with my Compaq Evo N115, a machine from year 2000, since it doesn’t boot from USB, and DVD seems to be not functional in these days ir order to get this thing work.

This was my first system installed and booted from PXE and worked ok.  I had some experiences with setting up a thin client with PXE, but it never worked if i remember right.

I’ll transcribe the main recipe (aka the juice), but the original has much more information, and all credits should be to him.

Ubuntu version used in this setup is Ubuntu 11.04 Natty Narwhal, so being this an old guide, and already considering tftpd interface has changed a bit since guide was wrotten, it works fine with this old harware.

Step 1: Prerequisites

First get yourself a copy of the free TFTP server by Philippe Jounin. Second we need the ubuntu installer files. Of course it doesn’t make much sense to download one of the ubuntu CD images if we only need the small installer. The installer will choose the nearest mirror and download all the files needed automatically during the installation.
The browsable Ubuntu archives are at http://archive.ubuntu.com/ubuntu/dists/. But as we only need the installer, we can ftp to ftp://archive.ubuntu.com/ubuntu/dists/edgy/main/installer-i386/current/images/ and download the folder netboot (ignore any symlinks, they may give you errors during the download).
That’s all we need to boot our Ubuntu installer over the network. Let’s setup the TFTP server.

Step 2: Setting up a TFTP Server on WindowsTFTP32 DHCP Settings

  1. Create a directory, preferably on your C Drive. We’ll name it tftp for now.
  2. copy the tftpd32.exe to c:tftp
  3. Start the server by clicking on the exe
  4. switch to the tab “DHCP Server” and fill in your network setup. Note that the PC you want to boot must be in the same Subnet. Enter pxelinux.0 as the boot file. The Screenshot on the right shows my setup.

Now we need to copy the Ubuntu netboot installer over to our tftp root directory:

  1. copy the folder ubuntu-installer to c:tftp
  2. copy the folder pxelinux.cfg from ubuntu-installer/i386/ to c:tftp
  3. copy the file pxelinux.0 from ubuntu-installer/i386/ to c:tftp

This is how your tftp folder should look like:

c:tftppxelinux.cfgdefault
c:tftpubuntu-installeri386<some more files/folders>
c:tftppxelinux.0
c:tftptftpd32.exe

Step 3: Booting Ubuntu

To boot from tftp you may need to activate booting from the network interface in the BIOS. This may be done in the boot sequence settings or directly in the onboard ethernet device settings. After that, restart, lean back and watch the activities in the log viewer tab of the tftpd.
Note: Ubuntu will let you choose a mirror and download all the files you need. The whole procedure will work with any other debian flavour almost identically. There is a nice how to on doing a PXE install via Linux instead of windows at the CCC Wiki

Step 2 is with tftpd version from March 2011 a lit bit different, but it can be used in the same manner.

Below is the configuration wich i used in my network.
tftpd

Ainda me lembro…

do tempo em que a minha mãe me deu nove contos para comprar um multimetro.

Salvo erro deve ter sido pelos saudosos anos 90… Hoje custam 6 euros ali no Leroy Merlin, como vi no outro fim de semana.

Mas melhor… no ebay por 3 euros já se arranjam. Acabei de encontrar um igual ao baratucho que comprei há três ou quatro anos por 4 libras.
$(KGrHqMOKpwE25f+RBUyBNwoYY18u!~~0_12
Não é nada de especial, mas serve para o gasto, mais que perfeito para o que preciso.

Andava aqui com um problema numa das pontas do meu multimetro, e resolvi passar pelo Ebay.  Custam 1.62 EUR vindas da China… nem sequer tou para me chatear a tentar arranjar estas que aqui estão.
$(KGrHqN,!iME3TZC3PN)BOEIvTs7!Q~~0_12

Incrível o que a globalização faz aos preços. Agora compita-se lá com isto…. impossível.