Damian Conway em Lisboa – Quaquaversal

Foi na passda Quinta feira dia 3 Maio 2012 que o Damian Conway deu uma pequena palestra no Fórum Picoas, uma palestra de cerca de duas horas e meia proporcionada pelo Sapo e pela Caixa Mágica.

Confesso que não conhecia, mas dado o tão bem que falavam dele, e por ser um evento gratuito decidi ir, apesar de Perl não ser própriamente a minha praia.

O tópico da palestra não ajudava, e enquanto despertou a curiosidade de uns (eu por exemplo) deve ter afugentado mais uns quantos:

Temporally Quaquaversal Virtual Nanomachine Programming In Multiple Topologically Connected Quantum-Relativistic Parallel Spacetimes…Made Easy!

The abstract:

Watch in terror as Damian writes a Perl program to extract square roots using nothing but quantum mechanics, general relativity, and the very fabric of the space-time continuum.

Along the way we’ll also investigate: Wittgenstein’s dark secret; the diminishing returns of physical computation; Roman philosophy; when Super Science Adventures go wrong; the greatest Lego kit of all time; the secret identity of Sith; carbon logic vs silicon logic; the giants of 1930′s physics; elementary spin-half quanta under relativistic motion; CAT scans; Will Smith; bongos; drunken bets involving penguins; algorithmic consistency; God’s dice and the problem of free will; intrinsic self-inconsistency; the many worlds outside Copenhagen; and the inventor of stage diving.

What happens when Dirac meets Deutsch meets Damian? Mere anarchy is loosed upon the world!

E assim foi:

IMG_20120503_200244
Confesso que por momentos cheguei a pensar que aquilo não era nada mais de que uma apresentação de powerpoint, ou um vídeo bem montado que permitia ter aquele efeito espetacular. Ele próprio começou a palestra a falar de várias coisas que eram algo caricatas e propensas á risota, mas como ele bem disse “i’m pretty good at doing geek humour” … e pela sala ouviam-se uns quantos mais geeks efetivamente a rirem em grande estilo.

“Larry Wall does not age” foi do que colocou mais a plateia a rir com as divagações e pequenas teorias de “conspiração” acerca da verdadeira idade do Larry.

(Imagem descaradamente roubada daqui que esta não apanhei!)

Efetivamente a partir de um determinado momento as coisas começaram a fazer algum sentido, sendo que este pequeno programa feito usando Rod Logic em Perl teimava em não ajudar, mas fazia sentido. Mas ele próprio no final disse que não fez: “sou programador, fiz um programa para escrever aquele código” respondeu ele a alguém na plateia que lhe perguntava se ele efetivamente tinha escrito aquilo!

IMG_20120503_200236

IMG_20120503_201826

IMG_20120503_202052

Valeu a pena, deu para conhecermos este Guru do Perl, e excelente orador. Numa palestra que misturou humor, fisica, programação e serviu para abrir os horizontes.

 

Hacking a Brise Sense & Spray

Tenho um Brise Sense & Spray cá em casa e adoro! Claro que já é uma coisa refinada, deteta a nossa presença e lá manda uma borrifadela, espera mais umas valentes minutos e assim como também têm um temporizador só após esse tempo se voltar a detetar alguém a passar volta a borrifar o ar. Refinada pois! A tecnologia também chegou a estas coisas… não é preciso estarem sempre a libertar cheiro, ou ir lá alguém carregar no botão.

BRISE_SENSE_SPRAY_ZEN

Claro que o grande problema como tudo, é que as recargas gastam-se. Tipicamente acho que a máquina com uma carga custou 7 euros, e uma recarga custa 4 euros, ou qualquer coisa assim.

Ora no outro dia comprei uma recarga, e reparei numa promoção que trazia uma recarga e a máquina (com a vantagem de já trazer umas pilhas AA alcalinas) por uns 4 euros.

A minha mente delirou perante a potencialidade de tal coisa, que me saía de borla…. e hoje finalmente consegui deitar mãos á obra.

IMG_20120505_140145

A caixinha onde vêm o dispositivo é muito bem conseguida, aliás adoro-a e está ali atrás junto á porta e quase não se nota. Só se nota de noite quando o pequeno led está aceso, ou quando lá passamos e dá uma borrifadela. Mão á obra: desmontar!!!

IMG_20120505_140533

O pequeno circuito resume-se a isto, acoplado a um motor que por um mecanismo de alavanca faz pressionar o bico da botija que contêm o cheiroso gás e o liberta.

Podemos ver rápidamente o push button que permite forçar o nosso amigo a borrifar o ar, fazendo override ao sensor, o pequeno led amarelo, e o detetor de presença.

IMG_20120505_140709

E foi precisamente este detetor de presença que me despertou a atenção nesta pequena peça de cheiros. Aliado ao seu preço e potencialidades, as aplicações são ao gosto da nossa imaginação.

IMG_20120505_140742

E prova de conceito…. pegar nos 3.3V de um Arduino, alimentar o circuito, e com o pulso produzido na saída do motor alimentar qualquer coisa.

IMG_20120505_142227

A partir daqui bem…. há inúmeras aplicações como disse.

Para o meu objetivo vou tentar fazer override ao circuito do temporizador e usar apenas o detetor de presença para detetar pessoas.

Claro que outras coisas como controlar remotamente o pequeno ambientador, até via internet, são possíveis. Bastam imaginação, um ferro de soldar, alguma eletrónica, programação e voilá!

Have fun!!