Ideas for hacking a IKEA Dioder

Today in a visit to our IKEA local store I’ve found this. As a geek I’m quite impressed with it and it’s price.
After some ideas discussion my wife have bought it to me 🙂

image

Of course main idea is to do something like this:

image

Meanwhile in my geek mind some ideas are boiling 😉
http://www.ikeahackers.net/2014/08/wi-fi-dioder-light-controls-on-your-smartphone.html

https://www.npmjs.com/package/dioder

As setup I will go with the default, but the wifi idea is a treasure. Let’s see if I have some time to hack it, because time with a baby now is some quite a challenge 🙂

HP Pavilion 27cw 27-inch IPS LED Backlit Monitor

Recentemente troquei o monitor cá de casa.
O facto de usar muito o PC no dia a dia, e estar com um monitor de 22″ a 1680*1050 desde 2008 já era um motivo. A compra do surface antes, e o switch entre os 1650 e os 2000 e qq coisa do ecrã do surface ajudaram.

Como gosto de ver para comprar, confesso que andei uns fins de semana nos jumbos e fnacs e não vi nada de jeito tendo desistido.

Um dia fui às compras de manhã e passei na box e encontrei este HP 27CW por 299€.

c04551904

http://www8.hp.com/my/en/products/monitors/product-detail.html?oid=7263969

Na altura reviews não encontrei em lado nenhum, só para o seu “primo” 27xi, que é de outro mercado.

Lembro-me de ter lido pela Zwame que a HP não gosta de submeter os seus monitores a reviews, e a verdade é que alguns meses depois não há nada credível.

Alguns comentários apenas tipo Amazon e bestbuy.

Mas o monitor é fantástico de facto. Na altura aconselharam-me um Dell de 4k por sensivelmente o mesmo preço, mas este de 27″ a 1920 faz uma boa qualidade de imagem, com objetos a um tamanho razoável minimizando o esforço visual de bastante tempo de utilização.
Recomendo. Único contra: não tem som. E por HDMI tem que se desativar o som no PC de forma a não ser transmitido ao monitor.

TP-Link PA211 e a avaria dos condensadores

Comprei em 2010 uns TP-Link PA211, que para quem não sabe são uns fantásticos PLC que me têm dado um jeitão para passar rede entre duas divisões não contíguas aqui de casa.

Não obstante de serem um espetáculo, e terem sido comprados bem baratos numa promoção da Pixmania, sofrem de um problema que aparentemente pelo mundo inteiro os afeta.

A primeira vez que ouvi falar disto foi de um colega o Carlos, em que os dois morreram. Ora o Carlos dedicou-se a pesquisar um pouco na net acerca disto, e chegou á conclusão que havia muita gente a queixar-se de um problema de um condensador. No caso dele, ambos morreram na mesma altura.

Na semana seguinte, quase por magia, o meu tio queixou-se do mesmo. Lá acabei por lhe dispensar um terceiro que provinha de um kit que comprei a meias com o Carlos para “spare”.

Ora agora foi a minha vez. O dito aparelho estava morto: não tinha luzes, não fazia nada. Acabada a garantia, como já sabia desta questão levantei o autocolante procurei o parafuso que junta a tampa á caixa e abri as entranhas do bicho para procurar o problema.

Pode-se rápidamente ver que o problema é um condensador electrolitico que ali está rebentado: 1500microFarad de 6.3V.

Pelo que pesquisei na net, ninguém ainda percebeu se é um problema de design do circuito e a voltagem do condensador é insuficiente, ou é mesmo um problema de qualidade do condensador.

Fui ali á RadiPeças e comprei dois de 1500microFarad de 16V, precisamente já para prevenir algum mau dimensionamento. Os dois, bem, porque qualquer dia vai acontecer o mesmo ao par deste, e por oitenta cêntimos fica já o problema semi resolvido.

É só abrir, levantar o PCB pelo lado da ficha ethermet, forçando a caixa a separar-se desta, sendo que o botão de reset dificulta a operação – no meu caso cortei a parte visivel do push button, e ainda com o ferro de soldar queimei um pouco do plástico. Ainda empurrei aquilo mais um pouco para dentro, mas depois de algumas investidas a coisa lá se abriu. A imagem abaixo mostra uma outra tentativa que encontrei noutro site em que parece que arrancaram o botão. Será sempre uma coisa parecida que será necessário fazer para abrir e levantar o PCB de forma a dessoldar o condensador e voltar a soldar o novo.

Note-se que os 220V da ficha ligam diretamente ao PCB por aquelas tiras metálicas que lá estão soldadas diretamente, pelo que deverão ter alguma paciência e cuidado a levantar a placa PCB (soldadas nos quadrados amarelos da segunda figura do post).

E pronto após trocar o condensador ficou a funcionar. Cá está ele, a comunicar com o seu par a ums possiveis 30 metros, e com uma velocidade de 123Mbps – apesar de apenas ter uma tomada ethernet com velocidade de 100Mbps.

Já lá vão uns 15 minutos, escrevi o post, o windows fez updates e está tudo a funcionar!

Old Hardware – MRT NAS 35HD-DUAL-NAS-E

After two years without turning this thing on, the result is this:

So by now, i’ve to accept that MRT NAS 35HD-DUAL-NAS-E is dead and completely deprecated.

User support foruns can be found now at a new adress (guess they change in last years because of hosting cost) and the firmware websites from www.embeded-systems.net are now a sponsored landing page… so, i’ve made a copy of the last firmware knowed for this device in order to preserve their existance.

A Germany company still has it in the site… so before they close, i’ve create a backup. At MRT Website no existence of this hardware by now, so it was a good old product.

All the firmware and GPL Code in the site are mirrored here, and also a firmware that i used in the past which has the ability to spinoff disks: https://cloudpt.pt/link/ef960544-d4…L-NAS-E-GIGANAS

Nothing to see more in here, moving on. Rebuilding array…

Votos de um excelente 2013

Na chegada ao final de 2012, resta-me desejar um excelente 2013 para todos os leitores da tasca 🙂

E para finalizar, uma pequena brincadeira com um LCD e um Arduino que por aqui tinha de um Kit do que arranjei no Codebits deste ano.

Divirtam-se!

P.S.: A ideia era o contador ser em tempo real, mas por limitações do número de clientes que se podem ligar á camara, fica uma imagem estática 😛

Update: e chegou ao fim:

Referências:

http://arduino.cc/en/Tutorial/LiquidCrystal

O controle da retro iluminação do ecrã pode ser feito ligando o pino 15 do LCD ao Vcc (5V) e o pino 16 ao GND. No meu caso não usei qualquer resistência, e depois para diminuir a intensidade acabei por usar uma resistência – usei vários valores de forma a diminuir e conseguir captar as letras com a máquina fotográfica. Pode ainda ser feito algo mais elaborado como usar um dos pinos do arduino para ligar e desligar a luz de fundo. – http://www.hacktronics.com/Tutorials/arduino-character-lcd-tutorial.html