Homens da Luta vencem Festival da Canção

Ontem quando passei pelo canal 1 estava a dar estes “pseudo” vencedores. Sinceramente não acho grande piada ao festival da canção, e realmente não percebo porque temos tão boas músicas Portuguesas, mas a representação é sempre fraquinha.

Ontem quando vi estes vencedores fiquei precisamente mais uma vez com essa sensação… mas mais ainda!

Não que tenha nada contra os artistas, porque certamente têm o seu brio: compuseram uma música, com todo esse trabalho, conseguiram tudo o resto, e acima de tudo tiveram a inteligência de conseguir uma com que ganhassem o dito festival. Uma espécie de vitória psicológica obtida com recurso à paródia.

Vídeo:

Pressinto que estamos a cair no ridiculo. Tal como o Brasil votou no palhaço Tiririca como forma de protesto, parece-me que se está a fazer isto por cá. A prova disso é como esta canção ganhou o festival. Contráriamente ás escolhas de pessoas acreditadas e com provas dadas que constituíam o júri distrital, o povo por telefone escolheu uma outra música, um pouco à Big Brother ou Casa dos Segredos.

Se nem nós próprios somos sérios como queremos que os outros lá fora nos olhem como sérios e nos respeitem?
Sinceramente o meu receio é que isto se espalhe à política e qualquer dia tenhamos governantes a decidir os destinos destes país só porque os elegeram “just for fun”.

Basta ler umas notícias por aí e acompanhar as redes sociais e vê-se que há muita gente a comentar precisamente isto. Uns criticam, outros apoiam, mas claro cada um têm direito às suas opções.

In Sábado Online

A canção ‘Luta é Alegria’, dos Homens da Luta, venceu o Festival RTP da Canção graças ao voto telefónico, depois de os júris distritais terem dado vantagem a ‘São os Barcos de Lisboa’, do cantor Nuno Norte..

A letra da canção vencedora, preferida por 28 por cento daqueles que votaram pelo telefone, foi escrita por Falâncio, que anunciou a presença dos Homens da Luta na manifestação da Geração à Rasca, que irá percorrer as ruas de Lisboa no próximo dia 12.

Os Homens da Luta irão representar Portugal em Dusseldorf (Alemanha) a 5 de Maio, garantindo que o Festival da Eurovisão irá ouvir cantar “contra a reacção”.Assim que soube qual a música vencedora, ouviram-se apupos da plateia, que esvaizou rapidamente o Teatro Camões, em sinal de protesto pela escolha. Já os restantes concorrentes do festival aceitaram calmamente a vitória dos Homens da Luta.

Basta repara como uma fantástica música dos Deolinda que foi considerada como o ícone de uma geração foi rápidamente substituída por esta versão dos mesmos autores que agora ganham o festival, para se perceber a apetência de algumas pessoas por este género de ridicularização.

Vídeo: Que parvo que eu sou – Homens da Luta

Agora comparem com isto..

Qual é a forma mais inteligente de passar a mensagem?

O fim das negociações do Orçamento de Estado 2011

Acabo de ler via Jornal de Negócios que as conversações chegaram ao fim.

Independentemente das versões, o que me entristece é a posição inflexivel.

Temos um Governo autoritário, bem ao estilo habitual, e que insiste em querer mandar sozinho, quando não têm maiorias.

O ministro das Finanças garantiu hoje que se não houve acordo com o PSD foi porque lhe foram apresentadas propostas que não garantiam a redução do défice para os 4,6% prometidos a Bruxelas para 2011. Acusou ainda os sociais-democratas de quererem “esconder” despesa no Orçamento do Estado para o próximo ano.

Aliás, sinceramente não percebo mesmo para que servem os restantes partidos, se apenas um têm a postura do quero posso e mando.

Por mim, e indo mais além da minha ideia que deveriam reduzir os deputados para os 180 minimos que a constituição permite, deveriam eram dispensar todos os restantes excepto o partido que governa…. não ia dar tudo ao mesmo?

Teixeira dos Santos acusou ainda o PSD de ter entrado nestas negociações “a contra-gosto”. “Não veio por vontade própria, mas porque não pôde ignorar a pressão que lhe foi imposta”, disse o ministro, referindo-se implicitamente a Cavaco Silva, que entretanto convocou o Conselho de Estado para esta sexta-feira.

Catroga queixou-se ainda de o ministro das Finanças ter faltadoao prometido e tê-lo deixado ontem “a secar” e “sem qualquer contacto”, após possivelmente ter falado com o primeiro-ministro.


“Até ontem, eu ainda achava possível um acordo”, mas “depois de estar aqui a secar quatro horas, tive um problema familiar e fui para casa. E hoje apresentou-me [Teixeira dos Santos] uma contra-proposta final, que não era passível de negociação”. E neste contexto “sou obrigado a chegar à conclusão que, perante esta posição inflexível do Governo, a minha função deixou de fazer sentido”, disse no Parlamento, encerrando um ciclo fracassado de cinco dias de negociações com a delegação do Governo.

Para mais, basta consultarem um qualquer jornal, ou mesmo online. Penso que informação não vos faltará por aí…. os próximos dias serão ricos nela, e imagino que encherão páginas de jornais.

Política: Eleições no PSD

Poderia falar aqui de muita coisa no meu blog de rabiscos online, mas hoje vai ser mesmo de política.

Poderia falar aqui de muita coisa, do Governo, do PS, do CDS, do BE… enfim… mas desta vez vai mesmo ser do PSD.

Ocorreram na passada Sexta Feira as eleições em que foi eleito Pedro Passos Coelho para presidente da Comissão Politica Nacional. Com uns expressivos 61,1% dos votos, contra os 34,6% do segundo candidato Paulo Rangel, julgo que foi demonstrado uma enorme coesão neste partido na escolha do seu lider. Depois de Manuela Ferreira Leite, este é o décimo oitavo presidente do partido, o quinto desde a saída de José Manuel Durão Barroso em 2004.

Resta agora saber o que vai mudar ? Uma melhor oposição ? Um maior trabalho com o Governo e Partido Socialista para resolver os problemas do país? Esperemos que sim… esperemos que de facto ajude para o futuro.

É que a sensação que eu tenho é que os Portugueses cada vez acreditam menos nos politicos, e estão fartos da mentira. A comprovar tal basta ver os resultados das abstenções.

Parabéns, e votos de bom trabalho em prol de todos os Portugueses!

Politiquices : Demissão iminente de José Sócrates

Hoje, o tema por aqui é política. Nos últimos dias o país voltou a estar enfiado em mais uma novela de “calhandrice” como lhe chamaram por aí em jornais.
A história “Mário Crespo” que nem sei se foi bem ou mal contada é assustadora.

O artigo que levou a tal foi este aqui, mas já foi tanto falado que não deve ser novidade para ninguém. Depois ainda através de um colega ainda encontrei este aqui de 14/12 e que não abona nada nem ninguém. Enfim….

Hoje abro a televisão, e na 1ª Página na Sic Notícias, além de todas as polémicas, leio na capa do I que a demissão de José Sócrates está iminente e será um dos temas dominantes do Conselho de Estado de hoje convocado por Cavacoo Silva (o outro será a Lei das finanças regionais, aka, polémica da Madeira) ??!?!

Não sou da ideologia política do PS, contudo parece-me prematuro este tipo de coisas, e a evitar.

O governo foi agora eleito. Precisamos de estabilidade. Precisamos que o Governo atinja metas e concretize alguns objectivos traçados.

A última coisa que precisamos neste país agora é o caos e a barafunda com eventuais eleições….. e muito menos impostos mais altos… como alguns “idiotas”* defendem.

Eles que abdiquem de parte dos seus salários milionários e parem de tentar que seja o povo que pouco ganha a suportar tudo. Imbecis…. ganham prémios, e mais prémios, e mais sabe-se lá o quê oriundo de dezenas de empresas, e têm de ser sempre os de cá de baixo a pagar as favas.

Em jeito de remate, despropositado, é como classifico mais uma das incursões dos clientes do BPP junto do ministro das Finanças Teixeira dos Santos durante uma conferência do Jornal de Negócios.

Ele que já se ameaçou demitir também, diz e muito bem: “nem mais um tostão no BPP”. Chega de sermos nós a pagar as crises dos outros…. chega. Perderam o dinheiro vivam com isso. Foram enganados vão para tribunal…

*”idiotas” = pessoas com ideias.

José Sócrates e Manuela Ferreira Leite

Ontem finalmente tive tempo, para na medida do possível ver um debate. Não vi tudo, e nem sempre tudo o que vi o vi com atenção, mas gostei do que vi.

Mesmo assim, acho que faltou energia naquele debate, uma energia ao estilo do Portas ou do Louçã, apesar do muito que se têm falado destes dois por aí.

socrates-ferreiraleite-debate-sic1

Pelo que vi, eu e outros Portugueses, não foi suficientemente esclarecedor…. não sei porque não os debates maiores. Era exaustivo? Sim… concordo, mas veríamos as verdadeiras capacidades dos candidatos. Sinto que aqueles cronómetros não os deixam dizer tudo o que querem, e quando vão começar a falarem, e estão no ponto (“quente”) … enfim há que passar a outro tema.

Parece-me ponto assente, e tal como a MFL disse que é impossível o entendimento com  JS: existem demasiadas divergências entre as formas de fazer e ver a politica entre os dois. Achei curiosa a atitude de JS ao defender-se de tal afirmação e o interesse eram os Portugueses… mas na realidade todos sabemos bem como estas coisas são.

Dia 27 veremos…. Mas a verdade é que as sondagens mostram que podem haver novidades, já para não falar num BE que se afigura como a maior 3ª força política em Portugal, tirando umas trocas do Louçã nas contas, e aquela novela da Joana Amaral Dias (que parece ter custado caro á mesma) até têm estado muito bem.

Fica o link para o “resumo” no Expresso – http://aeiou.expresso.pt/-socrates-vs-manuela-ferreira-leite=f535380

Quem tiver pachorra para politiquices sabe onde ir ler.