Gadgets & Consumos de Energias

Sou uma pessoa que gosta dos meus gadgets isso é certo!

Gosto especialmente daqueles que além de serem bastante apetecíveis tenham funcionalidades interessantes e que possam ser utilizadas em algo útil.

Ora e é isso precisamente que levou a adquirir o mais recente brinquedo cá para casa.

O consumo de energia é hoje em dia algo preocupante para todos (ou pelo menos devia). O facto de termos N equipamentos em casa leva-me frequentemente a pensar quanto gasta aquilo, porque apesar do seu aspecto insignificante, o consumo está lá sempre.

Hoje em dia é cada vez mais banal termos n equipamentos ligados, e deixar-mos os seus transformadores sempre ligados, ou mesmo colocarmos os equipamentos em StandBy: são boxes de TV, televisões, carregadores de telefones, computadores, electrodomésticos vários, e muitos mais.

A grande maioria consome sempre alguma potência em standby, e o que parece pouco tudo somado acaba por ser muito.

Ora a pensar nisso já andava há algum tempo nos medidores de consumo. Apesar de ter um de tomada, nem para tudo ele dá. Não me é técnicamente possível por exemplo saber quanto gasta um ar condicionado, uma lãmpada por exemplo.

Os medidores de consumo têm se vindo a tornar cada vez mais populares, e prova disso são os vários que o Carlos Martins têm apresentado pela sua A Minha Alegre Casinha, uma autêntica biblia dos gadgets para casa.

Recordo-me do Carlos ter apresentado já há algum tempos os medidores de baixo custo da Efergy, que recentemente encontrei pela Amazon a 39GBP, o que é extramente atractivo, não fossem os portes para portugal mais 19,9GBP, ou seja quase 60GBP, o que em euros dá uma quantia por volta dos 70 EUR.

efergye2

No entanto o Efergy E2 é um bom aparelho ao que leio, e já permite fazer umas brincadeiras engraçadas, contudo para quem já se interessou por estas coisas, e especialmente para mim, geek que sou, queria uma coisa com um interface que me permitisse ter dados via Google Powermeter. Acho extramente útil poder rápidamente ter acesso a informçao, e ver os consumos da minha casa, podendo assim mudar hábitos, e detectar coisas ligadas que o tenham ficado por esquecimento.

Com base nisso uma ligação ao Google PowerMeter era uma coisa a considerar de forma a poder colocar os meus dados algures.

Óbviamente que poderia ser outra coisa simples, mas em regra geral tudo o que é da Google, é prático, simples, e bom.

Foi assim que recentemente descobri os aparelhos da Current Cost, que bastante atractivos, já permitem a interligação ao Google Powermeter. Até aqui tudo bem, e a um preço engraçado, e mais uma vez pensamos em mandar vir de UK, e pronto…. taxas de shipping e posting que ficam quase em tanto como o aparelho.

Ora qual não é a supresa quando mais uma vez na “Minha Alegre Casinha” descobri que os ditos são vendidos em Portugal pela Home Energy, e curiosamente já os tinha visto no “Querido Mudei a Casa” e nem me tinha apercebido.

Ora assim fiquei a saber que por 49,9€ podia comprar um gadget destes cá em Portugal, o que me ficou bem mais barato que mandar vir de UK. E assim foi, fui a um dos pontos de venda da Home Energy, neste caso no Vasco da Gama em Lisboa, e trouxe um Envi.

O Envi e restantes componentes vêm numa caixa plana, bem arrumadinho, facilitando imenso o seu transporte de forma discreta.

2010-12-11 15.51.17

Instalar o Envi não é uma tarefa dificil, sendo que no meu caso andei á luta no sítio onde queria colocar a pinça amperimétrica para a conseguir lá colocar, e dado a falta de espaço não consegui.

Dada a hora em causa, acabei por colocar junto ao contador da EDP, mas ainda tenho de equacionar melhor tal, dado que segundo já me disseram a EDP não gostar de tal. Óbviamente não estou a cometer nenhuma ilegalidade, contudo alguém pode não gostar e decidir embirrar.

Instalada a pinça amperimétrica e ligada ao transmissor basta ligar o mesmo e emparelhar com o Envi, a unidade display. Foi tudo feito de forma muito simples e “sem espinhas”, e o resultado é uma unidade a mostrar quanto estamos a gastar de energia e ao fim de uns dias com mais alguns dados estatísticos interessantes.
2010-12-11 15.50.27

O resultado deste Envi branded da Home Energy, é um display em Português, o que até é benéfico dado que facilita a algumas pessoas a compreensão, e transmite assim mais fácilmente a informação.

Como disse um dos meus interesses é ter acesso a esta informação, e para tal o Envi permite a ligação via cabo USB ao PC, ou ligado a um pequeno aparelho denominado “Bridge” que ligado a um router transmite os dados para os servidores da Current Cost que depois os retransmite para o Google Powermeter.

Nenhum destes componentes está de momento á venda na Home Energy, e se a simpática ficha RJ45 na traseira do Envy pode levar alguém a pensar que aquilo é para ligar um cabo de rede ethernet desenganem-se. É um interface serial, que de RJ45 só têm mesmo o formato da ficha.

O cabo pode ser comprado no Ebay e Amazon por cerca de 7,9GBP (mais 3GBP de shipping) e a Bridge por cerca de 29,9 na Amazon apenas, e mais uma vez com 19,9GBP de shipping. Parece uma sina estes valores de shipping, mas isso levou-me a perguntar á Current Cost se não iriam colocar a Bridge no ebay, onde os preços de shipping parecem relativamente mais simpáticos.

A Current Cost responde relativamente depressa, sendo que em dois mails que lhes enviei, rápidamente me responderam. Pensam que em breve possa estar no Ebay, no entanto o responsável por essa área está de férias… well vamos esperar e perguntamos para o ano. Já agora acrescento que a minha primeira questão foi se o serviço para o Google Powermeter estaria disponível em Portugal, dado que li algures que o nosso país não estava incluído, sendo que me foi indicado que sim, poderia usar o serviço em Portugal.

Ao mesmo tempo, parece ter sido anunciada uma parceria entre a Zon e a HE – mais uma vez tomei conhecimento via AMAC 🙂 –  que consiste no mesmo dispositivo, e mais um Widget para visualizar os consumos na box da Zon. Tal parece que vai acontecer em 2011, pelo que as bridges imagino que passarão a estar a aparecer por aí em breve.

A bridge ao que percebi não é assim nada tão transcendente quanto se possa pensa. É um simples Arduino ATmega328.

Existem já várias tentativas de hacking ao mesmo por aí, sendo que a principal ideia, é fazer não passar os dados pela Current Cost, mas permitir que o tratamento dos dados num servidor próprio. Podem dar uma espreitadela aqui para mais detalhes. Outra ideia é também usar este hardware como forma de transmitir mais dados além destes.

No meu caso não é isto que pretendo, bastando-me simplesmente para já ter os dados no Google Powermeter, e mais tarde quem sabe fazer algumas brincadeiras.

A Current Cost disponibiliza no seu blog do Posterous – http://currentcost.posterous.com/– algumas informações importantes para este equipamento, sendo especialmente interessante que as Keys e métodos da API foram já apresentadas e expostas permitindo assim a interacção com a mesma.

E pronto… é isto. No meu caso já fiquei a saber quanto gasta um AC cá em casa, ou um simples aquecedor de chão. Sei também quanto gasto em vazio, naquelas horas em que parece que está tudo desligado.

Este aparelho serve acima de tudo para mudar hábitos e com as suas leituras permitir alguma moderação nos consumos. Ainda vêm a mostrar um simpático termómetro digital e relógio que completam assim o “pacote” de informação prestada. Não faço uma análise mais detalhada ao equipamento, dado não me parecer necessário, e julgo que seria bastante exaustivo tal, mas o Envi permite ainda a definição de tarifa bi horária, indicando além dos valores as horas de inicio e fim dos ciclos. Mas isto apenas é compativel com o ciclo diário, porque já com o semanal não é possível. No entanto, podem sempre saber quanto KW já gastaram !

É Natal, é Natal

No meio de doidos que se atropelam nos centros comerciais, lojas, e tudo o que geralmente é grande superficie – incluindo as estradas, decidimos hoje feriado, aproveitar e montar a árvore dado que a quadra natalícia está a chegar.

Não é própriamente a Árvore da Zon, mas é a nossa e a que nos vai acompanhar durante os próximos 37 dias cá por casa, e já têm até uma prenda.

Lembro-me quando era pequeno adorava fazer a árvore, depois perdeu-se o costume, recuperou-se alguns anos mais tarde, e apesar dos valores mudarem, e da sociedade consumista também ter mudado imenso, a magia da pequena árvore a piscar mantêm-se !! Pronto…. agora têm um temporizador que a liga e desliga sem nós puxarmos a ficha, mas é quase a mesma coisa.

DSC02376

Votos para todos de um excelente Natal e de um próspero Ano Novo.

Nota Ambientalista: nenhuma árvore foi abatida de forma a se conseguir este feito. A nossa árvore é completamente de plástico made by IKEA, salvo melhor opinião quanto ao fabricante em causa (pelo menos é o que está na caixa – quem a fez realmente já não sei 😉 ).

Apenas a curiosidade de duas gatas foi “espicaçada”, dada a confusão de efeitos e luzinhas ser uma grande atracção para as nossas amigas de rabo eriçado 🙂