O país que temos…: o exemplo que vêm de cima

Já tinha ouvido falar do tema durante a semana, mas nem me tinha apercebido da gravidade do tema.

É realmente um dos melhores exemplo do caos e falta de planeamento: A desresponsabilização provocada por extinções de organismos + saídas de colaboradores + mudanças radicais mal planeadas leva a estas situações caricatas cá no burgo.

Como sempre ninguém é responsável e o Zé Povinho que trabalhe e pague impostos para sustentar tudo isto. Certamente agora irão ser criadas “task forces” pagas a peso de outro para resolver isto num ápice, e que as paga? Pois bem, não é necessário ser vidente para saber quem.

Milhares de multas em risco de prescrever

Milhares de multas estão em risco de prescrever na sequência da extinção da Direcção-geral de Viação. O fim da antiga DGV, que deu origem a dois organismos diferentes, está a provocar também confusão e a pôr trabalhadores na mobilidade especial.


In Tsf Online

One Comment

  1. Carlos Afonso

    Por cá aquilo que se arranja são task forces das baratinhas, advogados seleccionados pela ordem mais uns estagiários da Católica.

    Até parece um anúncio que vi este fim de semana a pedir candidaturas para tradutores que logo à cabeça trazia a seguinte característica sobre o posto de trabalho:

    “pagamentos baixos nos primeiros meses”

Leave a Reply to Carlos Afonso Cancel

Your email address will not be published.