Retalhos do país: Professor condenado a multa por chamar “preto” a aluno

Via Público

Professor condenado a multa por chamar “preto” a aluno

Um professor de Música da escola básica Mem Ramires, em Santarém, foi ontem condenado a pagar uma multa de mil euros pela prática de um crime de injúrias. Em causa está o facto de o docente ter usado a expressão “entra lá, ó preto”, quando um aluno de 12 anos pediu autorização para entrar na sala de aula.

Julgo que nem merece grandes comentários. Se uns se despem e são expulsos, outros definitivamente não têm a minima noção do que fazem.

Pensar ainda que o pensem, agora de o pensarem e o dizerem cá para fora….. pobre aluno. Ainda por cima a notícia é de Santarém…

2 Comments

  1. Se amanhã um aluno de origem africana (pode ser assim?) me chamar de “pula” também o posso processar? (já agora, se não sabes, “pula” é calão para “branco”… uhhhhhhhh que ofensa!!!)

  2. @Nuno um prof. a meu ver têm responsabilidades, e em qualquer situação é para mim impensável mostrar comportamentos racistas /xenófobos /discriminatórios nas suas aulas. Os alunos têm de ver neles os pilares exemplares para a sua formação, e este tratamento claramente não o é.

    Se bem que tudo isto possa ter sido empolado (desconheço se o foi ou não) a verdade é que o sistema judicial deu razão á mãe e aluno.

    Já o que faz fora das salas de aula/escola para mim não me diz nada, daí que até nem concordo com o burburinho á volta da prof. de Mirandela. A vida privada é dela…. na escola já é outra coisa. Nesse caso o único constrangimento que vejo é o cruzar da vida privada com a da escola, e que já estava a acontecer, com revistas dela e fotocópias a circular entre os alunos na escola.

Leave a Comment

Your email address will not be published.