Politiquices : Demissão iminente de José Sócrates

Hoje, o tema por aqui é política. Nos últimos dias o país voltou a estar enfiado em mais uma novela de “calhandrice” como lhe chamaram por aí em jornais.
A história “Mário Crespo” que nem sei se foi bem ou mal contada é assustadora.

O artigo que levou a tal foi este aqui, mas já foi tanto falado que não deve ser novidade para ninguém. Depois ainda através de um colega ainda encontrei este aqui de 14/12 e que não abona nada nem ninguém. Enfim….

Hoje abro a televisão, e na 1ª Página na Sic Notícias, além de todas as polémicas, leio na capa do I que a demissão de José Sócrates está iminente e será um dos temas dominantes do Conselho de Estado de hoje convocado por Cavacoo Silva (o outro será a Lei das finanças regionais, aka, polémica da Madeira) ??!?!

Não sou da ideologia política do PS, contudo parece-me prematuro este tipo de coisas, e a evitar.

O governo foi agora eleito. Precisamos de estabilidade. Precisamos que o Governo atinja metas e concretize alguns objectivos traçados.

A última coisa que precisamos neste país agora é o caos e a barafunda com eventuais eleições….. e muito menos impostos mais altos… como alguns “idiotas”* defendem.

Eles que abdiquem de parte dos seus salários milionários e parem de tentar que seja o povo que pouco ganha a suportar tudo. Imbecis…. ganham prémios, e mais prémios, e mais sabe-se lá o quê oriundo de dezenas de empresas, e têm de ser sempre os de cá de baixo a pagar as favas.

Em jeito de remate, despropositado, é como classifico mais uma das incursões dos clientes do BPP junto do ministro das Finanças Teixeira dos Santos durante uma conferência do Jornal de Negócios.

Ele que já se ameaçou demitir também, diz e muito bem: “nem mais um tostão no BPP”. Chega de sermos nós a pagar as crises dos outros…. chega. Perderam o dinheiro vivam com isso. Foram enganados vão para tribunal…

*”idiotas” = pessoas com ideias.

Eleições Parlamento Europeu 2009

Portugal foi hoje a eleições para o Parlamento Europeu.

Em véspera de uma semana recheada de feriados, e em que muitos tiraram férias, é de esperar uma elevada abstenção. Não obstante tal, a crise mundial e o sentimento de impotência transmitido pelos nossos politicos, leverão concerteza a um aumento da abstenção, castigando desta forma os politicos com um rendondo não participo.

pe2009

Se tudo se mantiver como indicam as sondagens, a abstenção será da ordem dos 60% , isto apesar de todos os apelos nos média, e até do nosso PR, que foi o que mais me chegou.

Também a confirmarem-se as sondagens avançadas pela SIC, assistiremos a uma viragem, com o PSD a ultrapassar o PS. Notórias serão também os resultados do BE, que se assumirá como a terceira força política, e a subida do CDS que consegue agora valores que antes ninguém imaginava.

sondagens_parlamento_europeu2009

Veremos se estes resultados se confirmar, e o panorama seguinte.

A partir das 21, pode-se seguir a evolução em http://www.eleicoes.mj.pt/ ou em qualquer TV do país. Eu por mim fico pela SIC.